A mordida aberta


A MORDIDA ABERTA caracteriza-se pela ausência de contato entre os dentes das arcadas superior e inferior. Ela pode ser anterior (nos dentes da frente), posterior (dentes de trás) ou ainda combinada, anterior e posterior simultaneamente.

O problema pode acometer tanto crianças como adultos e geralmente está relacionado ao hábito prolongado de sucção de dedo, uso de chupetas, respiração bucal, hipertrofia das amígdalas e adenóides, interposição da língua durante a fala ou deglutição e onicofagia intensa (roer unhas). Outras causas musculares também podem estar presentes.

O diagnóstico do fator causal deve ser realizado pelo Ortodontista e Fonoaudiólogo. Se houver algum hábito deletério envolvido é importante a resolução do mesmo. É igualmente importante descartar problemas respiratórios (obstruções nasais), sendo a hipertrofia de adenóides e/ou amigdalas causa bastante comum.

Mordida aberta anterior causada por uso prolongado de chupeta

O tratamento é realizado com o uso de aparelhos ortodônticos que visam corrigir a posição dos dentes e impedir que a língua e/ou os lábios interfiram no fechamento da mordida. É importante a avaliação e acompanhamento fonoaudiológico para determinar a necessidade de terapia complementar.

O tratamento da mordida aberta deve ser iniciado o mais cedo possível para evitar que o problema interfira no crescimento dos ossos da face e na função mastigatória. Além disso, o tratamento na dentição decídua (de leite) ou mista tem correção mais rápida e melhor prognóstico. Quando não tratado, o problema pode persistir até a vida adulta. Muitas vezes sendo necessário a associação de cirurgia para correção.

#Mordidaaberta #Hábitosbucais #Chupeta #OrtodontiaPreventiva #OrtodontiaInterceptativa #Orthoforkids #Ortodontiaemcrianças #Fonoaudiologia